trabalhadores uni vos capa final dois Cover

Trabalhadores, uni-vos! Antologia política da I Internacional, São Paulo: Boitempo, 2014 (450 pages).

united states flagitaly flagAndhra Pradesh pictureTamil Nadu flag flag of Uttar Pradesh

BUY THE BOOK 

A Associação Internacional dos Trabalhadores (AIT) se tornou símbolo da luta de classes e influenciou as ideias de milhões de trabalhadores ao redor do planeta. O aniversário de 150 de sua fundação, em 1864, oferece uma importante oportunidade de reler suas resoluções e aprender com as experiências de seus protagonistas, para repensar os problemas do presente. Com textos inéditos, cuidadosamente selecionados e traduzidos, este volume configura um arquivo de valor inestimável para a história e a teoria do movimento dos trabalhadores, bem como para a crítica do capitalismo. O livro conta ainda com uma extensa introdução crítica de Marcello Musto, apresentando e contextualizando as diverentes vertentes e resoluções em jogo.

... 

ENDORSEMENTS:

"Trabalhadores, uni-vos! talvez contenha a lição mais importante para nossa época. Neste livro, a fundação da Associação Internacional dos Trabalhadores recebe, por ocasião de seu 150º aniversário, uma saudação à altura de um dos maiores, ainda que nem tão conhecido, feitos da humanidade. Uma coletânea extraordinária, muitas vezes surpreendente, jamais tediosa, e repleta de insights e discussões, em grande parte – infelizmente – ainda relevantes. ALTAMENTE RECOMENDÁVEL para todos aqueles que mantêm a mente jovem o suficiente para aprender algo verdadeiramente novo com o que parece velho e ultrapassado." Bertell Ollman, New York University

"O conhecimento da história e da experiência da Internacional, tão bem apropriado por Marcello Musto nesta obra, é absolutamente indispensável para todos os que, diante da barbárie capitalista contemporânea, querem travar a luta – democrática, unitária e sem fronteiras – por um mundo livre da exploração, da opressão e da alienação." José Paulo Netto

"Trabalhadores, uni-vos! ajuda-nos na assimilação crítica da luta e dos saberes plurais que expressaram o amadurecimento da classe operária desde a época da Primeira Internacional. Eis aqui um livro que deve ser lido por todos os socialistas." Leandro Konder

"Esta formidável coleção de documentos, publicada por ocasião do 150º aniversário de fundação da Primeira Internacional, é importantíssima para nós não só pela riqueza do material reunido, mas pela lição que ela nos dá: uma Associação Internacional de Trabalhadores unitária, plural, combativa, aglutinando partidários de Marx, Proudhon, Blanqui, Bakunin, comunistas, socialistas e anarquistas, que, apesar de suas divergências, souberam se unir em torno da primeira grande revolução proletária, a Comuna de Paris de 1871. A história não se repete, mas a AIT é um belo exemplo para os internacionalistas do século XXI!" Michael Löwy, French National Center of Scientific Research

"O que significa construir uma revolução? Naqueles dez anos em torno da Comuna de Paris, os comunistas responderam a essa pergunta propondo uma disutopia: não tentaram o impossível, mas mostraram ser possível realizá-lo. Com a fundação da Internacional, a classe operária reivindicou seu realismo político." Toni Negri, University of Padua

 
 
REVIEWS
 
 

Boitempo, by Paulo Barsotti, 10/27/2014.

O Globo, by Leonardo Cazes, 11/01/2014.

GGN, by Gilberto Cruvinel, 11/02/2014.

Boitempo, by Morgana Gomes, 12/16/2014.